SOBRE O FESTIVAL

Em 2020 o Festival Kinoarte de Cinema será, pela primeira vez, 100% online. A 22ª edição do festival de filmes mais tradicional do Paraná acontece entre os dias 8 e 15 de novembro e terá sua programação integral disponível para ser assistida pela internet de forma gratuita pelo site www.innsaei.tv.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Alessandra Pajolla


A estudante Lorena revive o trauma da violência doméstica, quando seu ex-companheiro reaparece após um sumiço de dois anos. O caminhoneiro Bruno se apresenta como um novo homem, redimido e disposto a corrigir seus erros, tentando se reaproximar de Lorena e do filho do casal. Será que todos merecem uma segunda chance?

Direção: Alessandra Pajolla Roteiro: Alessandra Pajolla Produção: Rafael Ceribelli Fotografia: Anderson Craveiro Arte: Camila Melara Som: Bruno Bergamo, Otávio Santos, Felipy Andrade, Caio Henrique Freitas Montagem: Raquel Deliberador, Flávia Fodra
Elenco: Ana Karina Barbieri, Felipe Ferreira, Silvia França, Carlos Fortes


15 min

Competitiva Londrinense de Curtas

Julio Vida | Vitor Hugo Dorim Sanches


Enquanto lida com uma infestação de formigas, Dona Cidinha passa os dias fazendo bolos e observando a vida dos clientes que frequentam a sua confeitaria. A chegada da sua filha e neta revela segredos e desperta sentimentos obscuros.

Direção: Julio Vida e Vitor Duim Roteiro: Julio Vida e Vitor Duim Produção: Maria Vitória Ticiani Fotografia:Augusto Fernandes e Eduardo Calliari Arte: Julio Vida Som: Bruno Lourenço e Danilo Hokama Golveia Montagem: Eduardo Calliari
Elenco: Mira Roxo, Juliana Galante, Malu Pontes, Cláudio Muller, Marina Gallo, Diego Giménez, Amanda Mocco


12 min

Competitiva Londrinense de Curtas

Gustavo Nakao


Sobre os cacos que caíram de outros. Sobre os silêncios que sacudiram na noite. Sobre o sal que sobrou da lágrima. Sobre Salina.

Direção: Gustavo Nakao Roteiro: Gustavo Nakao, Linaê Mello Alencar Produção: Ricardo Rúbio, Aline Querino, Monica Peres, Guilherme Minho Nakao Fotografia: Denise Pimenta, Luiz Andrade, Letícia Pettinari Arte: Aline Querino, Victor Hugo Santos Som: Eduardo Calliari, Bruno Lourenço Montagem: Gustavo Nakao
Elenco: Linaê Mello Alencar, Ciça Guirado, Bruno Garcia, José Maschio, Claudio Muller


15 min

Competitiva Londrinense de Curtas

Rafael Ceribelli


Assombrado por um trauma do passado, Ralph enfrenta seu bloqueio criativo em meio aos pesadelos e memórias de seu falecido pai.

Direção: Rafael Ceribelli Roteiro: Alessandra Pajolla Produção: Juliana Boligian, Nilton Kenji Fotografia: Anderson Craveiro Arte: Camila Melara Som: Bruno Bergamo Montagem: Rafael Ceribelli
Elenco: Adriano Garib, Raissa Bessa, Jersey Gogel, Luis Henrique Silva


23 min

Competitiva Londrinense de Curtas

Auber Silva


Como uma ditadura triunfa e se mantém? Como fingir que nada aconteceu? O personagem central de Nigredo é um cidadão comum que trabalhou passivamente para o regime militar brasileiro. Atualmente aposentado, ele é confrontado por sua neta durante um final de semana.

Direção: Auber Silva Roteiro: Auber Silva Produção: Auber Silva e Louisa Savignon Fotografia: Carlos Ebert Arte: Louisa Savignon Som: Bruno Bergamo, Felipy Andrade e Otávio Santos Montagem: Louisa Savignon
Elenco: Clemente Viscaíno, Clarice Avancini, Guto Rocha, Luciano Pascoal, Sofia Pellegrini


19 min

Competitiva Londrinense de Curtas

Louisa Savignon


Brasil, segundo semestre de 2018. Às vésperas da eleição presidencial, o país atinge um extremo de polarização política jamais visto. O curta-metragem experimental "O Que Nos Separa" mergulha nas diferenças ideológicas que dividem cidadãos, instituições e famílias. Direção: Louisa Savignon Produção: Auber Silva Fotografia: Louisa Savignon Som: Auber Silva Montagem: Louisa Savignon


8 min

Competitiva Londrinense de Curtas

Jessica Candal


Sob ecos do passado, Neto e seus amigos improvisam rimas que ainda estão por vir.

Direção: Jessica Candal Roteiro: Jessica Candal Produção: Antônio Junior Fotografia: Maurício Baggio Arte: Lais Melo Som: Roberto Carlos de Oliveira Montagem: João Menna Barreto
Elenco: Matheus Moura, Kvs, Maicon Douglas, Guilherme Henrique, Felipe Shat


20 min

Competitiva Paranaense de Curtas

Caroline Biagi


1994. Marina tem 13 anos e viaja para o casamento da irmã, que acontece no mesmo dia do jogo das quartas de final da Copa do Mundo, Brasil x Holanda. Para alguns, o melhor jogo daquela Copa. Para Marina, o dia em que sua idade parou de importar.

Direção: Caroline Biagi Roteiro: Caroline Biagi Produção: Antônio Junior Fotografia: Renata Corrêa Arte: Alex Rocca Som: Lucas Maffini Montagem: Christopher Faust
Elenco: Duda Azevedo, Fran Lipinski, Paulo Matos


18 min

Competitiva Paranaense de Curtas

Eugênia Castello | William Biagioli


É verão e Duda só quer ir à praia.

Direção: Eugênia Castello e William Biagioli Roteiro: William Biagioli Produção: Ana Catarina Fotografia: Renato Ogata  Arte: Gabrielle Paiva Som: Lucas Maffini, Luís Lepchak Montagem: William Biagioli
Elenco: Branca Piekarz, Dhaffiny de Souza Castro, Nina Ribas, Steffany de Souza Castro


15 min

Competitiva Paranaense de Curtas

Jandir Santin


Lauriana decide revisitar o lugar onde Giovani, seu namorado, morrera pouco tempo atrás.

Direção: Jandir Santin Roteiro: Caroline Biagi, Jandir Santin Produção: Antônio Junior Fotografia: Felipe Balin, Rodrigo Scandolara Arte: Ana Caroline Liviera Som: Cleiton Jonas Fernandes Montagem: Joelmir Zanette
Elenco: Thabata Almeida, Karine Martinelli, Maicon Douglas, Suzana Sá Rocha


15 min

Competitiva Paranaense de Curtas

Artur Ianckievicz


Uma jovem jornalista investiga a história da primeira modelo negra da cidade de Londrina. Inspirado na história real de Edimara Alves.

Direção: Artur Ianckievicz Roteiro: Artur Ianckievicz Produção: Bruno Gehring Fotografia: Hugo Takeuchi Arte: Felipe Augusto Som: Eduardo Lopes Touché Montagem: Artur Ianckievicz
Elenco: Edimara Alves, Thainara Pereira, Tatiana Oliveira, Geisa Costa, Aysha Nascimento, Lainer Tamires, Leticia Pocaia, Luana Rodrigues


19 min

Mostra de Curtas

Angela Zoé


O documentário mostra a trajetória musical de Alcione Dias Nazareth, a nossa grande intérprete brasileira, a partir de suas referências musicais, sua inserção no mundo da música e sua relação com família e amigos. A cinebiografia nos aproxima de uma Alcione descontraída, divertida e matriarcal com a vida e o fazer artístico.

Direção: Angela Zoé Roteiro: Angela Zoé, Luis Abramo Produção: Monique Cruz Fotografia: Luis Abramo Som: Damião Lopes Montagem: Angela Zoé, Nina Galanternick
Elenco: Alcione


70 min

Mostra de Longas-metragens


Angela Zoé: Diretora de O Samba é o Primo do Jazz
Debatedora: Flávia Vieira
https://youtu.be/IIzYBbB4mUo


60 min

Debates


Renée Castelo Branco


120 min

Rodadas

Áurea Maranhão


A Oficina trata sobre a estrutura e as exigências do mercado cinematográfico, técnicas de leitura, entrevistas, testes, incluindo pontos importantes da contratação até a análise de um roteiro. A partir da ótica do mercado, estudaremos as etapas do processo de seleção do ator em uma produção: estratégias de como fazer o self tape sobre o formato estabelecido e dicas para ser bem sucedido nessa seleção. O intuito é analisar cada fase que compõe essas relações criativas considerando o Projeto e seus Processos, incluindo a formatação de cláusulas importantes que devem fazer parte de um contrato. Abordaremos de modo sistemático o estudo, a leitura e a criação do personagem, trabalhando a escuta do ator e outras situações enfrentadas no Set de Filmagem. Durante a oficina exercitaremos na prática o desempenho do ator durante o self tape, aperfeiçoando a leitura e a criação a partir de um roteiro cinematográfico. Finalmente, debateremos as fases da preparação de elenco, a troca com o diretor(a) e a equipe de criação. É importante um ator (atriz) compreender que cada filme terá formato e estruturas diferentes, mas que seguirão etapas similares, exigindo a cada trabalho preparação adequada e eficaz do ator. Informações: 09 e 10 de novembro de 2020 | 14h às 17h30
Inscrições: https://forms.gle/Ts2aiSpu2GQRppt27


Áurea Maranhão é atriz, diretora e performer formada na Escola de Arte Dramática EAD/ECA/USP. Estreou na Globo em A Dona do Pedaço. No Netflix, atua na série Cidade Invisível que tem estreia prevista para outubro de 2020. Dirigiu o curta metragem ‘Carnavalha’, ganhador dos prêmios de melhor filme júri popular, melhor atriz nos festivais Maranhão na Tela e Guarnicê de Cinema, entre outros prêmios e festivais.

210 min

Oficinas

Susanna Lira


A trajetória do humorista e sambista Antônio Carlos Bernardo Gomes, o "Mussum", é contada de diferentes ângulos. São reveladas facetas mais sérias da figura que foi eternizada no imaginário popular brasileiro por sua participação no programa "Os Trapalhões". Por trás de sua persona humorística e debochada, Antônio Carlos mantinha uma rotina de responsabilidades com sua família, projetos e compromissos.

Direção: Susanna Lira Roteiro: Michel Carvalho, Bruno Passeri Produção: Susanna Lira, Lívia Nunes Fotografia: Jorge Bernardo Som: Bernardo Uzeda Montagem: Vinicius Nascimento
Elenco: Mussum, Renato Aragão, Dedé Santana, Zacarias, Milton Gonçalves, Lázaro Ramos, Joel Zito Araújo


75 min

Mostra de Longas-metragens


Susanna Lira: Diretora de Mussum, Um Filme do Cacildis
Debatedora: Tatiana Alves de Carvalho Costa
https://youtu.be/c4jR1apfQTE


60 min

Debates

Áurea Maranhão


A Oficina trata sobre a estrutura e as exigências do mercado cinematográfico, técnicas de leitura, entrevistas, testes, incluindo pontos importantes da contratação até a análise de um roteiro. A partir da ótica do mercado, estudaremos as etapas do processo de seleção do ator em uma produção: estratégias de como fazer o self tape sobre o formato estabelecido e dicas para ser bem sucedido nessa seleção. O intuito é analisar cada fase que compõe essas relações criativas considerando o Projeto e seus Processos, incluindo a formatação de cláusulas importantes que devem fazer parte de um contrato. Abordaremos de modo sistemático o estudo, a leitura e a criação do personagem, trabalhando a escuta do ator e outras situações enfrentadas no Set de Filmagem. Durante a oficina exercitaremos na prática o desempenho do ator durante o self tape, aperfeiçoando a leitura e a criação a partir de um roteiro cinematográfico. Finalmente, debateremos as fases da preparação de elenco, a troca com o diretor(a) e a equipe de criação. É importante um ator (atriz) compreender que cada filme terá formato e estruturas diferentes, mas que seguirão etapas similares, exigindo a cada trabalho preparação adequada e eficaz do ator. Informações: 09 e 10 de novembro de 2020 | 14h às 17h30
Inscrições: https://forms.gle/Ts2aiSpu2GQRppt27


Áurea Maranhão é atriz, diretora e performer formada na Escola de Arte Dramática EAD/ECA/USP. Estreou na Globo em A Dona do Pedaço. No Netflix, atua na série Cidade Invisível que tem estreia prevista para outubro de 2020. Dirigiu o curta metragem ‘Carnavalha’, ganhador dos prêmios de melhor filme júri popular, melhor atriz nos festivais Maranhão na Tela e Guarnicê de Cinema, entre outros prêmios e festivais.

210 min

Oficinas


Rafael Grendene
Octavio Farias


120 min

Rodadas

Rodrigo Grota


Duda é uma jovem garota de 13 anos intrigada com o trabalho de sua mãe. Ao lado de uma nova amiga, ela passa a caminhar à noite, e atravessa uma fronteira sem volta.

Direção: Rodrigo Grota Roteiro: Roberta Takamatsu Produção: Guilherme Peraro, Rafaela Pifer Fotografia: Carlos Ebert Arte: Julio Vida Som: Bruno Bergamo e Otávio Santos Montagem: João Vitor Moreno
Elenco: Luiza Quinteiro, Sofia Cornwell, Andrea Finck, Cláudio da Costa


15 min

Curtas Soltos


Antão é ferido, preso e morto quando bando de jagunços de Jesuíno invade cidade de Sertânia. O filme projeta a mente febril e delirante de Antão, que rememora os acontecimentos.

Direção: Geraldo Sarno Roteiro: Geraldo Sarno Produção: Bárbara Cariry Fotografia: Miguel Vassy Arte: Ana Dominoni Som: Toninho Muricy Compositor: Lindenbergue Cardoso Montagem: Renato Vallone, Geraldo Sarno
Elenco: Vertin Moura, Julio Adrião, Kecia Prado


97 min

Mostra de Longas-metragens


Geraldo Sarno (Diretor), Renato Vallone (Montador), Vertin Moura (Ator) e Julio Adrião (Produção)
Debatedores: André Dib e Rodrigo Grota
https://youtu.be/H-43HN-XPrk


60 min

Debates

Marília Moraes


A Oficina de Montagem tem como proposta trazer para o aluno uma reflexão a cerca do papel da montagem e do montador numa obra cinematográfica. Indo além da operação de um software o objetivo é apresentar e discutir ferramentas que tragam a possibilidade de um olhar crítico e criativo, afim de alargar as possibilidades na forma de se contar uma história. Os conteúdos serão passados através de análises de textos, filmes, estudos de caso e exercícios práticos. Informações: 11, 12 e 13 de novembro de 2020 | 9h às 11h
Inscrições: https://forms.gle/PdKGranH4nCYv4qd9


Marília Moraes é graduada em Cinema (Puc-Rio). Pós-graduada em Arte e Filosofia (Puc-Rio). É coordenadora e professora do Curso de Montagem Livre na Academia Internacional de Cinema do Rio de Janeiro (AIC). Trabalha há 14 anos como montadora e consultora de montagem, atuando em diferentes áreas, tendo recebido vários prêmios. Atualmente está em processo de montagem de dois documentários. Montou um dos filmes da série My Love, produção original Netflix. Foi editora finalizadora da série ficcional Onde Está Meu Coração, dirigida por Luisa Lima, uma produção Globo e Gullane Filmes para a Globoplay; mini-documentários Vozes do Araguaia, (co-produção TV Globo/Lunática Filmes), dirigido por Deborah Brennand Mendes; a série documental Onde Nascem as Ideias (Samba Filmes), dirigida por Carolina Sá; as 3 temporadas da série Sessão de Terapia e os filmes O Palhaço e Feliz Natal, dirigidos por Selton Mello.

120 min

Oficinas


Distribuição Barbara Sturm


120 min

Rodadas

Marcos Pimentel


O documentário parte dos conflitos religiosos existentes em favelas e subúrbios do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte para analisar a crescente onda conservadora que paira sobre o país. O filme mostra como o crescimento desenfreado das igrejas evangélicas e suas relações com os traficantes que comandam as comunidades têm provocado um desequilíbrio de forças, resultando em inúmeros casos de intolerância religiosa.

Direção: Marcos Pimentel Roteiro: Marcos Pimentel e Ivan Morales Jr. Produção: Leo Ayres Fotografia: Matheus Rocha Montagem: Ivan Morales Jr.


103 min

Mostra de Longas-metragens


Marcos Pimentel: Diretor e Roteirista de Fé e Fúria
Debatedora: Lorenna Montenegro
https://youtu.be/e758kiuQsRY


60 min

Debates

Marília Moraes


A Oficina de Montagem tem como proposta trazer para o aluno uma reflexão a cerca do papel da montagem e do montador numa obra cinematográfica. Indo além da operação de um software o objetivo é apresentar e discutir ferramentas que tragam a possibilidade de um olhar crítico e criativo, afim de alargar as possibilidades na forma de se contar uma história. Os conteúdos serão passados através de análises de textos, filmes, estudos de caso e exercícios práticos. Informações: 11, 12 e 13 de novembro de 2020 | 9h às 11h
Inscrições: https://forms.gle/PdKGranH4nCYv4qd9


Marília Moraes é graduada em Cinema (Puc-Rio). Pós-graduada em Arte e Filosofia (Puc-Rio). É coordenadora e professora do Curso de Montagem Livre na Academia Internacional de Cinema do Rio de Janeiro (AIC). Trabalha há 14 anos como montadora e consultora de montagem, atuando em diferentes áreas, tendo recebido vários prêmios. Atualmente está em processo de montagem de dois documentários. Montou um dos filmes da série My Love, produção original Netflix. Foi editora finalizadora da série ficcional Onde Está Meu Coração, dirigida por Luisa Lima, uma produção Globo e Gullane Filmes para a Globoplay; mini-documentários Vozes do Araguaia, (co-produção TV Globo/Lunática Filmes), dirigido por Deborah Brennand Mendes; a série documental Onde Nascem as Ideias (Samba Filmes), dirigida por Carolina Sá; as 3 temporadas da série Sessão de Terapia e os filmes O Palhaço e Feliz Natal, dirigidos por Selton Mello.

120

Oficinas


Talita Arruda Amanda Kadobayashi Bernardo Lessa


120 min

Rodadas

Sinai Sganzerla


Documentário sobre Helena Ignez, uma das principais personalidades femininas do cinema brasileiro. A atriz e diretora inaugurou um estilo de interpretação e, hoje, dirige filmes independentes. Com narração da própria atriz, imagens de arquivo e registros atuais ilustram sua trajetória, parte da história do cinema nacional e seu contexto político.

Direção: Sinai Sganzerla Roteiro: Sinai Sganzerla Produção: Sinai Sganzerla Fotografia: Toni Nogueira, Maria Flor Brasil, Yadu Vijayakrishnan Montagem: Claudio Tamella
Elenco: Helena Ignez


81 min

Mostra de Longas-metragens


Sinai Sganzerla: Diretora de A Mulher da Luz Própria
Debatedora: Flávia Guerra
https://youtu.be/r1VPHa1_jlg


60 min

Debates

Marília Moraes


A Oficina de Montagem tem como proposta trazer para o aluno uma reflexão a cerca do papel da montagem e do montador numa obra cinematográfica. Indo além da operação de um software o objetivo é apresentar e discutir ferramentas que tragam a possibilidade de um olhar crítico e criativo, afim de alargar as possibilidades na forma de se contar uma história. Os conteúdos serão passados através de análises de textos, filmes, estudos de caso e exercícios práticos. Informações: 11, 12 e 13 de novembro de 2020 | 9h às 11h
Inscrições: https://forms.gle/PdKGranH4nCYv4qd9


Marília Moraes é graduada em Cinema (Puc-Rio). Pós-graduada em Arte e Filosofia (Puc-Rio). É coordenadora e professora do Curso de Montagem Livre na Academia Internacional de Cinema do Rio de Janeiro (AIC). Trabalha há 14 anos como montadora e consultora de montagem, atuando em diferentes áreas, tendo recebido vários prêmios. Atualmente está em processo de montagem de dois documentários. Montou um dos filmes da série My Love, produção original Netflix. Foi editora finalizadora da série ficcional Onde Está Meu Coração, dirigida por Luisa Lima, uma produção Globo e Gullane Filmes para a Globoplay; mini-documentários Vozes do Araguaia, (co-produção TV Globo/Lunática Filmes), dirigido por Deborah Brennand Mendes; a série documental Onde Nascem as Ideias (Samba Filmes), dirigida por Carolina Sá; as 3 temporadas da série Sessão de Terapia e os filmes O Palhaço e Feliz Natal, dirigidos por Selton Mello.

120 min

Oficinas


GloboNews O2 Filmes Boulevard Filmes Olhar Distribuição Canal Brasil Elo Company (D) Moro Filmes Elo Company (P)


180 min

Pitching

Felipe Bragança


Fernando, um cineasta brasileiro falido, mergulha em uma jornada entre Brasil, Portugal e Moçambique, em busca de pistas sobre o passado violento de seu avô. Uma tragicômica fábula tropical.

Direção: Felipe Bragança Roteiro: Felipe Bragança, João Nicolau Produção: Marina Meliande, Luis Urbano Fotografia: Glauco Firpo Arte: Dina Salem Levy Som: Valéria Ferro, Miguel Cabral Montagem: Marina Meliande, Karen Black
Elenco: Higor Campgnaro, Isabel Zuaa, Catarina Wallenstein, Tainá Medina, Thiago Lacerda, Matamba Joaquim, Sophie Charlotte, Lucilia Raimundo, Marcio Vito, Digão Ribeiro, Matheus Macena, Samuel Toledo


115 min

Mostra de Longas-metragens


Felipe Bragança, diretor de Um Animal Amarelo com Higor Campgnaro. Isabel Zuaa com Catarina Wallenstein
Debatedora: Ana Paula Alves Ribeiro
https://youtu.be/cvApt0nBrO0


60 min

Debates

Toti Loureiro | Felipe Poroger


Pepe, um jovem romântico e neurótico, enfrenta dificuldades na vida amorosa quando sua namorada parte para uma viagem de intercâmbio e para de respondê-lo. Suas tentativas patéticas de esquecê-la vão por água abaixo quando aceita um convite para jantar na casa dos pais dela.

Direção: Toti Loureiro e Felipe Poroger Roteiro: Toti Loureiro e Felipe Poroger Produção: Paula Marujo e Ruy Prado Fotografia: Fábio Politi Arte: Fernanda Galvão e Pedro Ivo Verçosa Som: Fred França Montagem: Toti Loureiro e Felipe Poroger
Elenco: Felipe Poroger, Samya Pascotto, Danilo Grangheia, Georgette Fadel, Paula Halker


25 min

Competitiva Nacional de Curtas

Yasmin Guimarães


Marina é uma jovem mulher que trabalha em Belo Horizonte realizando entregas com a sua bicicleta.

Direção: Yasmin Guimarães Roteiro: Yasmin Guimarães e Gabriel Quintão Produção: Yasmin Guimarães e Gabriel Quintão Fotografia: Lorena Cardoso Arte: Lorena Maruch, Bruna Maynart e Gabriela Rezende Som: Marina Meira e João Tito Montagem: Yasmin Guimarães, Gabriel Quintão e Juliana Antunes
Elenco: Andrea Cøpio , Daniel Jaber, Dora Bellavinha, Andréia Quaresma


16 min

Competitiva Nacional de Curtas

Camila Kater


Crua, mal passada, ao ponto, passada e bem passada. Através de relatos íntimos e pessoais, cinco mulheres compartilham suas experiências em relação ao corpo, da infância à terceira idade.

Direção: Camila Kater Roteiro: Camila Kater, Ana Julia Carvalheiro Produção: Chelo Loureiro, Livia Perez Fotografia: Samuel Mariani Animação: Camila Kater, Giovana Affonso, Flávia Godoy, Cassandra Reis, Leila Monsegur Som: Julia Teles, Luis Felipe Labaki Montagem: Samuel Mariani


12 min

Competitiva Nacional de Curtas

André Gevaerd


Renê, 35 anos, é recepcionista de um hotel no período noturno e complementa sua renda fazendo bicos para pagar a pensão de seu filho de 6 anos. Copi, 41 anos, é uma artista amadora, argentina, travesti, que ganha a vida na noite de Balneário Camboriú. O caminho dos dois se cruza e uma improvável amizade nasce tão rapidamente quanto é interrompida.

Direção: André Gevaerd Roteiro: André Gevaerd Produção: Alceu Bett, Toni Denardin Fotografia: Máuri Nicolotti Arte: Sabrina Haenish Som: Diego Dambrowski Montagem: Manga Campion, Santi Asef, Matias Merino
Elenco: Renato Turnes, Mariana Genesio Peña, Néstor Guzzini, Luciano Estevão, Melize Zanoni, Junior Farias, Dino Galdi


19 min

Competitiva Nacional de Curtas

Fábio Baldo | Tico Dias


Uma professora usa Ayahuasca durante as aulas com o intuito de conectar seus alunos a uma outra realidade. Durante um dos rituais, uma das crianças encontra uma estranha engrenagem na floresta.

Direção: Fábio Baldo, Tico Dias Roteiro: Fábio Baldo, Raymundo Calumby Produção: Lara Lima, Issis Valenzuela, Fábio Baldo Fotografia: Ivan Rodrigues Arte: Fernanda Carlucci Som: Fábio Baldo Montagem: Douglas Soares, Fábio Baldo
Elenco: Thaia Perez, Roberto Alencar, Ana Pereira, Ellen Regina, Yasmin Faquet, Eliza Keiko, Nina Eugênio Flores, Jullia Cosmo, Pedro Henrique Lima, Marcelo Gobbis, Leonardo Lovantino, Manuella Zanotto


20 min

Competitiva Nacional de Curtas

Renato Sircilli


As cicatrizes nos corpos de quatro mulheres marcam um passado difícil de esquecer. Quando algo desconhecido toma a casa delas na véspera de uma grande festa, a segurança delas é colocada à prova. Elas não estão mais sozinhas.

Direção: Renato Sircilli Roteiro: Nicole Oliveira Produção: Eduarda Galvão Fotografia: Emilio Gonzalez, Ricardo Miyada  Arte: Tatiana Tiemi Otaka, Tatiane Takahashi Som: Felipe Cadillac, Caio Gox Montagem: Renato Sircilli
Elenco: Beatriz Id Limongelli, Catarina São Martinho, Maria Emília Faganello, Nicole Oliveira


22 min

Competitiva Nacional de Curtas

Khalil Charif | Marcos Bonisson


Filme ambientado no bairro de Copacabana, elaborado através de uma colagem de imagens atuais e de arquivo (Super 8 e digital). Um trabalho experimental narrado pela fala significante do poeta Fausto Fawcett, e sonorizado pelo músico Arnaldo Brandão.

Direção: Khalil Charif e Marcos Bonisson Roteiro: Fausto Fawcett Produção: Khalil Charif e Marcos Bonisson Fotografia: Khalil Charif e Marcos Bonisson Arte: Khalil Charif e Marcos Bonisson Som: Arnaldo Brandão Montagem: Khalil Charif e Marcos Bonisson
Elenco: Agrippina R. Manhattan, Camila Botelho, Carol Azevedo, Chico Fernandes, Cristal Soledad, Fausto Fawcett, Marcos Bonisson, Maybelove, Stella Kranz


14 min

Competitiva Nacional de Curtas

Rodolpho de Barros


Uma fraude numa causa trabalhista é descoberta, mas nada como um bom acordo no Brasil. Com a Justiça, com o mercado, com tudo.

Direção: Rodolpho de Barros Roteiro: Rodolpho de Barros Produção: Nina Rosa, Felipe Yaryura, Metilde Alves, Rodolpho de Barros Fotografia: Sebastián Cantillo Arte: Isabelle Siegrist Som: Bruno Alves Montagem: Rodolpho de Barros, Arthur Lins
Elenco: Marcélia Cartaxo, Fernando Teixeira, Servilio De Holanda, Suzy Lopes, Daniel Porpino, Tavinho Teixeira


20 min

Competitiva Nacional de Curtas

Davi Mello


Em uma noite de sexta-feira, duas atrizes compartilham os seus medos.

Direção: Davi Mello Roteiro: Davi Mello Produção: Davi Mello Fotografia: Viktor Ximenes Ferraz Arte: Taciana Ferreira Som: Denise Chaves, Fábio B. dos Santos Montagem: Stefano Calgaro
Elenco: Gilda Nomacce, Majeca Angelucci


11 min

Competitiva Nacional de Curtas

Matheus Farias | Enock Carvalho


O mundo experimenta um fenômeno nunca antes visto. Marilene procura por sua filha Roberta, uma mulher trans que está desaparecida. Enquanto corre contra o tempo, ela descobre uma esperança para o futuro.

Direção: Matheus Farias, Enock Carvalho Roteiro: Matheus Farias, Enock Carvalho Produção: Matheus Farias, Enock Carvalho Fotografia: Gustavo Pessoa Arte: Luca da Cruz Som: Lucas Caminha Montagem: Matheus Farias
Elenco: Laís Vieira, Val Júnior, Eduarda Lemos, Luciana Souza, Sophia Williams, Erlene Melo


19 min

Competitiva Nacional de Curtas

Rafhael Barbosa | Werner Salles


Envolvidos num processo artístico, sete jovens dançarinos são provocados a um mergulho em suas ancestralidades.

Direção: Rafhael Barbosa, Werner Salles Roteiro: Rafhael Barbosa, Werner Salles Produção: Rafhael Barbosa Fotografia: Roberto Iuri Arte: Nina Magalhães, Werner Salles Som: Simone Dourado Montagem: Werner Salles, João Paulo Procópio
Elenco: Alexandrea Constantino, Evez Roc, Joelma Ferreira, Leide Serafim Olodum, Leonardo Doullennerr, Sara de Oliveira, Robert Maxwell


85 min

Mostra de Longas-metragens


Raphael Barbosa e Werner Salles, diretores de Cavalo
Debatedora: Camila Vieira
https://youtu.be/n2VKA6EqUps


60 min

Debates

Amanda Devulsky | Pedro B. Garcia


Direção: Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia Roteiro: Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia com colaboração de Bárbara de Barros, Beatriz Santos Sousa, Eduardo Alves, Luiz Guilherme Lopes, Indiara Castro, Juliana Plasmo, Kaira Lorrane, Patrícia Barros, Rafael Perfeito e Ricardo Pratesi Produção: Lorena Figueiredo Fotografia: Emília Silberstein Arte: Marcus Takatsuka Som: Francisco Craesmeyer Montagem: Bruno Ribeiro
Elenco: Luiz Guilherme Lopes, Marcus Curvelo, Beatriz Santos Sousa, Indiara Castro, Alex Alves, Bianca Yslana, Kaira Lorrane, Herica Magna, Alefe Pinheiro, Juliana Plasmo, Patrícia Barros, Januário Junior, Lúcio Campelo, Elder de Paula e Raphael Dorsa


24 min

Competitiva Nacional de Curtas

Marco Antonio Pereira


Eles acabaram de se casar, mas um incidente trouxe outro significado para suas vidas.

Direção: Marco Antonio Pereira Roteiro: Marco Antonio Pereira Produção: Ariane Rocha Fotografia: Marco Antonio Pereira Som: Marco Antonio Pereira Montagem: Marco Antonio Pereira
Elenco: Larissa Boccinho e Gerson Marques


15 min

Competitiva Nacional de Curtas

Rodrigo Ribeiro


Memórias de um passado escravagista transbordam em paisagens etéreas e ruídos angustiantes.

Direção: Rodrigo Ribeiro Roteiro: Rodrigo Ribeiro, Timóteo Produção: Julia Faraco, Luiz Gustavo Laurindo Fotografia: Carlos Adelino, Rodrigo Ribeiro Som: Leandro Cordeiro Montagem: Rodrigo Ribeiro, Carlos Eduardo Ceccon, Julia Faraco


10 min

Competitiva Nacional de Curtas

Diego Paulino


Entre melanina e planetas longínquos, o filme propõe um mergulho na caminhada de jovens negros da cidade de São Paulo. Um ensaio sobre negritude, viadagem e aspirações espaciais dos filhos da diáspora.

Direção: Diego Paulino Roteiro: Diego Paulino Produção: Victor Casé Fotografia: Leandro Caproni Arte: Maiara del Pino Som: Diana Ragnole Montagem: Amanda Beça
Elenco: Aretha Sadick, Eric Oliveira, Euvira, Felix Pimenta


22 min

Competitiva Nacional de Curtas

Ricardo Alves Jr.


Vitória é uma entre muitas operárias da fábrica de tecidos. Num dia de trabalho, ela aventa a possibilidade de agir coletivamente e transformar a ordem vigente.

Direção: Ricardo Alves Jr. Roteiro: Germano Melo Produção: Ricardo Alves Jr. Fotografia: Alice Andrade Arte: Margareth Amorim Som: Vitor Brandão Montagem: Henrique Zanoni
Elenco: Rejane Faria, Trabalhadoras da fábrica têxtil da cidade de Miraí


14 min

Competitiva Nacional de Curtas

Leonardo Cata Preta


A narrativa como exercício do retrato e do autorretrato. Discursos e imagens se unem para expor traumas e relações, individuais e coletivas.

Direção: Leonardo Cata Preta Roteiro: Leonardo Cata Preta Produção: Leonardo Cata Preta Fotografia: Leonardo Cata Preta Som: Daniel Nunes Montagem: Leonardo Cata Preta
Elenco: Juhlia Santos, Alexandre de Sena , Preto Amparo, Samuel Jorge


24 min

Competitiva Nacional de Curtas

Davi Pretto


Um jovem brasileiro, que recém começou a trabalhar em uma imensa floresta em Berlim, é arrastado para um pesadelo envolvendo o passado colonial alemão quando tenta encontrar uma garota perdida na mata.

Direção: Davi Pretto Roteiro: Davi Pretto, Igor Verde Produção: Paola Wink Fotografia: Luciana Baseggio Arte: Bea Rodrigues Som: Tiago Bello, Marcos Lopes Montagem: Davi Pretto, Paola Wink
Elenco: Mauro Soares, Isabel Zuaa


22 min

Competitiva Nacional de Curtas

Mari Monaga


Na maior cidade do Brasil, Lora é uma mulher livre e plena de presença, que apresenta outra forma de pensar sobre pessoas em situação de rua.

Direção: Mari Moraga Roteiro: Mari Monaga Produção: Mari Monaga, Mário Patrocínio Fotografia: Mari Monaga Som: Bernardo Fontes Montagem: Mari Monaga
Elenco: Lora (Edmar Matoso)


17 min

Competitiva Nacional de Curtas

Tiago Minamisawa | Bruno H Castro | Guto BR


Inspirado em uma história real, o filme é a confissão íntima de uma pessoa que vive com HIV. Turbilhão de sentimentos. As primeiras sensações. Uma tentativa de desmistificar questões que sobrevivem no imaginário social em relação ao vírus.

Direção: Tiago Minamisawa, Bruno H Castro, Guto BR Roteiro: Tiago Minamisawa, Bruno H Castro Produção: Tiago Minamisawa Fotografia: Fernando Fernandes Animação: Guto BR Som: Ultrassom Music Ideas Montagem: Guto BR, Tiago Minamisawa
Elenco: Caio Deroci


7 min

Competitiva Nacional de Curtas

Roberto Berliner


Fundado em 1968, em diminutos 18 metros quadrados de Copacabana, o Bip Bip é patrimônio cultural carioca. O bar refletia o espírito de seu dono, o emblemático Alfredinho. O filme é um registro afetuoso do seu velório, cerimônia que começou na mesa do bar e tomou o cemitério São João Batista de alegria e saudades em um sábado de carnaval. Direção: Roberto Berliner Roteiro: Roberto Berliner Produção: Roberto Berliner Fotografia: Jacques Cheuiche, Andréa Horta, Renato Carlos Som: JP Fonseca, Pedro Moreira Montagem: Pablo Francischelli


16 min

Competitiva Nacional de Curtas

Raúl de la Fuente Calle | ES


Em Moçambique, o caso de Josina Machel, filha do primeiro presidente, vem a demonstrar que a violência baseada no género não se diferencia entre estratos sociais. Outras mulheres sofrem o terror diariamente, sem meios para se defenderem. O género define-as desde o nascimento; a sociedade quer vergá-las; o machismo mata-as. Agora, uma nova geração de mulheres poliédricas, poderosas, apaixonadas e lutadoras, alçam a voz para combater a desigualdade, com o hip-hop, o rap, a poesia, a justiça e os movimentos sociais.

Direção: Raúl de la Fuente Calle Roteiro: Raúl de la Fuente Calle, Ivan Zahínos, Nagora Eceiza, Amaia Remírez García Produção: Amaia Remírez Garcia Fotografia: Raúl de la Fuente Calle Montagem: Nagore Eceiza, Raúl de la Fuente Calle Som: Ernesto Santana
Elenco: Josina Machel, Dama do Bling, Iveth Mafundza, Natalia Malembe, Enia Lipanga, Graça Julio, Onelia Filipe


19 min

Competitiva Iberoamericana de Curtas

Igor Galuk | AR


Jacinta e sua neta Indira são imigrantes bolivianas. Durante a primavera, trabalham colhendo flores para vender no cemitério. Direção: Igor Galuk Roteiro: Igor Galuk Produção: Paula Asprella, Marianela Díaz Román Fotografia: Ignacio Izurieta Arte: Ignacio Buendia, Laura Roldán, Anahí Crovetto Montagem: Jerónimo Carranza Som: Ramiro Díaz Agüero Elenco: Jacinta Pinto, Indira Torrez Serrudo


19 min

Competitiva Iberoamericana de Curtas

Tucker Dávila Wood | Larry Mankuso | ES | CU


Apesar do embargo estadunidense, o cidadão Bob Wood volta a Cuba quase sessenta anos depois de ter ido embora.
Direção: Tucker Dávila Wood, Larry Mankuso Roteiro: Tucker Dávila Wood, Larry Mankuso Produção: Tucker Dávila Wood, Larry Mankuso Fotografia: Peio Arizmendi Montagem: Tucker Dávila Wood
Elenco: Bob Wood, James MacEneaney


23 min

Competitiva Iberoamericana de Curtas

Rui Falcão | PT


Numa terra encostada a uma esquina de Portugal, a língua que simboliza o seu passado caminha para a morte, de mãos dadas com o isolamento e o envelhecimento da sua gente. Como único professor de mirandês, Afonso procura passar essa herança enfraquecida para uma nova geração.

Direção: Rui Falcão Roteiro: Rui Falcão Produção: Rui Falcão, Filipa Reis, Patrícia Faria, Daniela Soares, Isa Reis Fotografia: Leonor Teles Arte: Ana Meleiro Montagem: Rui Falcão Som: Thiago Raposinho
Elenco: Duarte M. M. Martins, Adelaide Monteiro, Emídio Falcão, Ágata Pinho


20 min

Competitiva Iberoamericana de Curtas

David Muñoz | ES


Veso Golden, uma mulher transgênero de Ghana que vive isolada devido ao preconceito, sonha em triunfar em um concurso internacional de beleza.

Direção: David Muñoz Roteiro: David Muñoz Produção: David Muñoz, Marta Mamillo Fotografia: David Muñoz Arte: Beatriz Ros Montagem: David Muñoz, Sara Azcona Som: David Muñoz
Elenco: Veso Golden


14 min

Competitiva Iberoamericana de Curtas

Josafá Veloso


A proposta é olhar para a obra de Eduardo Coutinho como um grande todo. Teria um dos mestres do cinema brasileiro feito sempre o mesmo filme? A partir de um encontro filmado com o diretor em 2012 e vasto material de arquivo, o filme mantém acesas as inquietações do cineasta, falecido dois anos após a entrevista. Obra e pensamento de Coutinho resistem ao tempo, que a tudo apagará.

Direção: Josafá Veloso Roteiro: Josafá Veloso Produção: Eugenio Puppo, Matheus Sundfeld Fotografia: Ticão Okada Som: Fabio Gonçalves, Rica Saito Montagem: Eugenio Puppo, Gustavo Vasconcelos
Elenco: Eduardo Coutinho


74 min

Mostra de Longas-metragens


Josafá Veloso, diretor de Banquete Coutinho
Debatedor: Sérgio Alpendre
https://youtu.be/yA--cGTzF9U


60 min

Debates

FIQUE LIGADO

Além de uma sessão de longa-metragem todos os dias, o festival disponibiliza durantes os fins de semana as tradicionais sessões competitivas de curtas metragens. Filmes de até vinte e cinco minutos de duração disputam o troféu Udihara e prêmios em dinheiro nas competitivas nacional, paranaense, londrinense e ibero-americana.

Para além das exibições de filmes, a 22ª edição do Festival Kinoarte de Cinema conta com uma extensiva programação de encontros e debates. O destaque fica por conta do Ambiente de Mercado, em especial a Rodada de Negócios, uma série de reuniões virtuais aonde produtores de Londrina e da região têm a oportunidade de apresentar seus filmes e projetos para companhias importantes como O2 Filmes, Elo Company, GloboNews e Canal Brasil.

O Festival é uma realização da Kinoarte (Instituto de Cinema de Londrina), produzido pela produtora Leste BR e tem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Londrina, via Promic (Programa Municipal de Incentivo à Cultura) e do Governo Federal através do Ministério do Turismo, da Secretaria Especial da Cultura via Fundo Setorial do Audiovisual.

VENCEDORES COMPETITIVAS DE CURTAS

FAÇA SUA AGENDA

Preencha o formulário abaixo e selecione os filmes que quer assistir! Te enviaremos um e-mail no dia da sessão para te lembrar de se conectar ao Festival! 
Faça sua agenda: https://forms.gle/eQAYh1BRFP89GYTm7

OFICINAS

O Festival Kinoarte de Cinema programou duas oficinas dirigidas ao público ávido pela produção e realização de cinema. As oficinas acontecerão de forma online e gratuita, com inscrições limitadas. Inscreva-se abaixo e aguarde a confirmação por e-mail.

Teste ao Set: O trabalho e a criação do ator no cinema | Áurea Maranhão

Dias: 09 e 10 de novembro de 2020
Horário: das 14h às 17h30

A Oficina trata sobre a estrutura e as exigências do mercado cinematográfico, técnicas de leitura, entrevistas, testes, incluindo pontos importantes da contratação até a análise de um roteiro. A partir da ótica do mercado, estudaremos as etapas do processo de seleção do ator em uma produção: estratégias de como fazer o self tape sobre o formato estabelecido e dicas para ser bem sucedido nessa seleção. O intuito é analisar cada fase que compõe essas relações criativas considerando o Projeto e seus Processos, incluindo a formatação de cláusulas importantes que devem fazer parte de um contrato. Abordaremos de modo sistemático o estudo, a leitura e a criação do personagem, trabalhando a escuta do ator e outras situações enfrentadas no Set de Filmagem. Durante a oficina exercitaremos na prática o desempenho do ator durante o self tape, aperfeiçoando a leitura e a criação a partir de um roteiro cinematográfico. Finalmente, debateremos as fases da preparação de elenco, a troca com o diretor(a) e a equipe de criação. É importante um ator (atriz) compreender que cada filme terá formato e estruturas diferentes, mas que seguirão etapas similares, exigindo a cada trabalho preparação adequada e eficaz do ator.

Áurea Maranhão é atriz, diretora e performer formada na Escola de Arte Dramática EAD/ECA/USP. Estreou na Globo em A Dona do Pedaço. No Netflix, atua na série Cidade Invisível que tem estreia prevista para outubro de 2020. Dirigiu o curta metragem ‘Carnavalha’, ganhador dos prêmios de melhor filme júri popular, melhor atriz nos festivais Maranhão na Tela e Guarnicê de Cinema, entre outros prêmios e festivais.

Inscrições: https://forms.gle/Ts2aiSpu2GQRppt27

Montagem | Marília Moraes

Dias: 11, 12 e 13 de novembro de 2020
Horário: 9h às 11h.

A Oficina de Montagem tem como proposta trazer para o aluno uma reflexão a cerca do papel da montagem e do montador numa obra cinematográfica. Indo além da operação de um software o objetivo é apresentar e discutir ferramentas que tragam a possibilidade de um olhar crítico e criativo, afim de alargar as possibilidades na forma de se contar uma história. Os conteúdos serão passados através de análises de textos, filmes, estudos de caso e exercícios práticos.

Marília Moraes é graduada em Cinema (Puc-Rio). Pós-graduada em Arte e Filosofia (Puc-Rio). É coordenadora e professora do Curso de Montagem Livre na Academia Internacional de Cinema do Rio de Janeiro (AIC). Trabalha há 14 anos como montadora e consultora de montagem, atuando em diferentes áreas, tendo recebido vários prêmios. Atualmente está em processo de montagem de dois documentários. Montou um dos filmes da série My Love, produção original Netflix. Foi editora finalizadora da série ficcional Onde Está Meu Coração, dirigida por Luisa Lima, uma produção Globo e Gullane Filmes para a Globoplay; mini-documentários Vozes do Araguaia, (co-produção TV Globo/Lunática Filmes), dirigido por Deborah Brennand Mendes; a série documental Onde Nascem as Ideias (Samba Filmes), dirigida por Carolina Sá; as 3 temporadas da série Sessão de Terapia e os filmes O Palhaço e Feliz Natal, dirigidos por Selton Mello.

Inscrições: https://forms.gle/PdKGranH4nCYv4qd9

AMBIENTE DE MERCADO

As atividades de mercado se concentrarão de 9 a 13 de novembro de 2020, com o pitching e as rodadas de negócio. Para as rodadas de negócio, agendaremos cada interessado para uma conversa de 20 minutos com o player de interesse. Para o pitching, daremos 20 minutos para apresentação do representante do projeto para todos os players. A inscrição é individual para cada projeto. Caso queira inscrever mais de um projeto, faça uma nova inscrição. As inscrições são gratuitas e projetos de todo o país são bem-vindos a se inscrever, entretanto, daremos prioridade na seleção de projetos advindos do estado do Paraná. Confira abaixo as produtoras e distribuidoras participantes das atividades. Inscreva-se e aguarde um e-mail confirmando sua participação.

Inscrições: https://forms.gle/c57XDi9ypnAMpvsd7

Saiba mais sobre os representantes das produtoras e distribuidoras presentes:

GloboNews Documentário

A GloboNews está em busca de um conteúdo nacional o mais variado possível. Almejam a diversificação na carteira de filmes do canal, e tem como foco projetos sobre temas atuais, meio ambiente, política, economia, história, sociedade e comportamento, além de biografias de personalidades representativas.

O2 Play

A O2 Play é dirigida por Igor Kupstas sob a tutela de Paulo Morelli, sócio da O2 Filmes, e faz parte do grupo O2, que tem como sócios também o cineasta Fernando Meirelles e a produtora Andrea Barata Ribeiro. Em atividade desde 2013, a O2 Play se diferencia das demais distribuidoras por trabalhar além do cinema, TV e vendas internacionais, o VOD (Video on Demand), como uma distribuidora digital. Temos contratos com plataformas como o iTunes, Google Play, Netflix, NOW, Vivo Play Looke e Amazon Prime Video, ofertando além de conteúdos longa-metragem e seriados também serviços de delivery (Encoding).

Representamos centenas de filmes brasileiros. Sempre procurando modelos inovadores e novos formatos, em 2014 a O2 Play lançou o primeiro filme brasileiro a chegar aos cinemas e em VOD na mesma data, JUNHO – O MÊS QUE ABALOU O BRASIL (2014). Em 2015, PESCADORES DE PÉROLAS, ópera com direção de Fernando Meirelles, foi transmitida ao vivo via satélite do Theatro da Paz para 10 salas de cinema. Fizemos também o lançamento nos cinemas de A BRUTA FLOR DO QUERER (2016), UMA NOITE EM SAMPA (2016), do renomado Ugo Giorgetti, PARATODOS, TRAVESSIA (2017), drama com Chico Diaz e Caio Castro, SEPULTURA ENDURANCE (2017), COMEBACK, filme vencedor do prêmio de melhor ator para Nelson Xavier no Festival do Rio 2016. Em parceria com a Paris Filmes, a O2 Play realizou o lançamento dos títulos ENTRE NÓS (2014), A NOITE DA VIRADA (2014), ZOOM (2016) e MALASARTES E O DUELO COM A MORTE (2017), estes de produção da O2 Filmes.

Fomos pioneiros em curadoria mundial no iTunes com a seção FERNANDO MEIRELLES RECOMENDA. Tivemos oito longas escolhidos pela Apple dentre “Os Melhores Filmes do Ano” entre 2014 e 2016. Igor Kupstas, diretor da companhia, esteve 4 vezes no festival SXSW, sendo a última participação como um mentor convidado pela organização. Em 2018 a companhia lançou em 200 salas de cinema o popular CORAÇÃO DE COWBOY, em redes de cinema como Cinemark, Cinépolis, Kinoplex e diversos exibidores no interior. Em 2019 a O2 PLAY também foi responsável pela distribuição em cinema dos longas produzidos pela NETFLIX com diversas indicações ao OSCAR, O IRLANDÊS e OS DOIS PAPAS.

Boulervard Filmes

A Boulevard Filmes é uma produtora e distribuidora audiovisual que busca o equilíbrio entre projetos autorais e demandas de mercado, focando em estratégias de produção e de distribuição compatíveis com cada projeto em cinema, televisão e novas mídias. O objetivo da empresa é realizar obras que dialoguem com seu público, sabendo identificá-lo em cada projeto. Os principais diferenciais competitivos da produtora são seus sócios: ambos com formação em cinema, experiência prática de produção cinematográfica e capacitação em cursos e trabalhos na área de administração e finanças. Geograficamente, a produtora se insere nos principais mercados do país, pois possui sede nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, estando constantemente em contato com projetos, roteiristas e diretores de norte a sul. A empresa é focada na realização de longas-metragens de diretores iniciantes (primeiro ou segundo longa), e aberta aos gêneros de ficção, animação e documentário.

Olhar Distribuição

A Olhar Distribuição nasceu do desejo de buscar a pluralidade de experiências, de visões de mundo, de mostrar a diversidade que existe no contexto em que vivemos. Cada filme tem um universo próprio, repleto de cores, texturas, sorrisos, dilemas e culturas singulares. O objetivo da Olhar é respeitar o universo próprio a cada filme, suas cores, sua cultura, seus sorrisos e transpor as fronteiras que limitam os mundos ficcionais e reais para levá-los a outros olhares, cercados de realidades distintas, a fim de sensibilizar e provocar a reflexão. A empresa busca narrativas que conversem com a contemporaneidade, e que tragam à tela diversidade e pluralidade de vozes e ideias.

Box Brazil TV

A Box Brazil é a maior programadora independente de TV por assinatura brasileira. Conta com cinco canais em seu portfólio, quatro deles para o mercado nacional, distribuidos nas principais operadoras do país, entre elas Claro, Sky, Vivo, Oi, Algar, Multi Play entre outras, estando presente em mais de 16 milhões de lares. Dentre os canais brasileiros estão o Prime Box Brazil, Travel Box Brazil, Music Box Brazil e Fashion TV. O Prime Box Brazil tem em sua programação obras de ficção e documentários em curta, média e longa metragens, além de obras seriadas dos mais variados gêneros.

Canal Brasil

O Canal Brasil é, hoje, o canal responsável pela maior parte das parcerias entre TV e cinema do país e um dos maiores do mundo, com mais de 300 longas-metragens coproduzidos só nos últimos 10 anos. No ar há duas décadas, apresenta uma programação composta por muitos discursos, que se traduzem em filmes dos mais importantes cineastas brasileiros, e de várias fases do nosso cinema, além de programas de entrevista e séries de ficção e documentais. O que pauta o canal é a diversidade e a palavra de ordem é liberdade – desde as chamadas e vinhetas até cada atração que vai ao ar.

Elo Company Distribuição

A Elo Company é uma distribuidora que atua no Brasil e no mercado internacional com catálogo 100% brasileiro. Trabalha filmes e séries de todos os gêneros em cinemas, televisão e vídeo sob demanda, no Brasil e também no mercado internacional, incluindo a Ásia. Foi responsável pela estratégia internacional da animação “O Menino e o Mundo” – indicada ao Oscar em 2016, do documentário “Espaço Além – Marina Abramovic e o Brasil” – primeiro conteúdo latino-americano Vimeo Original, do longa “Aos Olhos de Ernesto”, grande carreira em festivais e lançamento simultâneo nos cinemas e nas plataformas digitais, entre outros. Em 2018, Elo e Cinemark se uniram e criaram o PROJETA ÀS 7, exibição de filmes brasileiros independentes em 20 salas de 19 cidades brasileiras onde lançaram mais de 20 títulos. Realiza anualmente o SELO ELAS, consultorias de mercado para fomento a longas brasileiros dirigidos por mulheres, que em 2020 completa três anos com 33 realizadoras e 31 projetos atendidos, todos com distribuição da Elo Company.

Moro Filmes

A Moro Filmes atua desde 2010 como produtora e distribuidora independente focada na produção audiovisual de nicho: filmes de gênero (fantástico / terror / suspense) e mais recentemente LBGTQ+. A empresa ficou conhecida por exibições alternativas de filmes de gênero, onde o público era convidado a interagir com a obra, com banhos de sangue, cantoria em teatros ou exibição externa com transmissão de som via rádio. Além de uma inusitada pré estréia em um estádio de futebol, que levou mais de 1500 pessoas ao Estádio Couto Pereira em Curitiba.

Responsável pela produção de filmes nacionais exibidos em mais de 40 países, principalmente pela América Latina, a Moro Filmes se destaca por trabalhar criativamente e individualmente cada projeto buscando a diversidade de temas, tramas e personagens. Entre seus títulos mais conhecidos estão: as produções de terror “Nervo Craniano Zero” e “Virgens Acorrentadas”, os documentários “Cativas” e “Alex Câmera 10″. Em breve chegarão aos cinemas as premiadas produções: “Lamento” com Marco Ricca e Thaila Ayala e “A Batalha de Shangri-lá” com Gustavo Machado, Ingra Lyberato e Maria Ceiça.

A Moro Filmes é co-distribuidora e sales agent da comédia teen bem sucedida “Alice Junior”. Procuramos projetos em fase de desenvolvimento de séries e longas metragens. Temos preferência por obras de gênero fantástico (horror, suspense, fantasia e ficção científica) e conteúdo voltado ao nicho LBGTQ+, também estamos procurando obras baseadas em fatos reais e biografias. Priorizamos projetos de ficção mas também temos interesse em conhecer projetos documentais.

Elo Company Produção

Produtora do formato original Desafio Impossível para NatGeo, da série Brasil de Imigrantes para o canal History e do programa Trace Trends exibido na Rede TV, a Elo Produções, braço de produção da Elo Company, busca sempre mesclar entretenimento com propósito no desenvolvimento e criação de seus projetos, trazendo conteúdo relevante para o grande público. Buscamos projetos com perfil comercial, relevante, ideias originais e inovadoras que atendam um público de massa.

Vitrine Filmes

A Vitrine Filmes, desde 2010, se dedica à distribuição de filmes – sobretudo brasileiros – investindo no crescimento e na valorização do cinema nacional. Até o momento, já distribuímos mais de 150 filmes! É um prazer chegar aos 10 anos de atuação, agradecemos a todas as conquistas e parcerias, continuamos trabalhando para que o cinema brasileiro siga alcançando um maior público.

Em nossa história de sucessos tivemos mais de 3,5 milhões de pessoas nas salas de cinema e podemos destacar no nosso catálogo filmes que marcaram o cinema nacional como as ficções “Aquarius” e “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho; “Bacurau”, de Kleber e Juliano Dornelles, longa que já alcançou mais de 750 mil espectadores; “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz, representante brasileiro do Oscar 2020; “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, de Daniel Ribeiro, com mais de 200 mil espectadores; e “O Filme da Minha Vida”, de Selton Mello, que conquistou aproximadamente 300 mil pessoas nas salas de cinema. Entre os documentários temos “Divinas Divas”, de Leandra Leal, documentário de maior público no Brasil em 2017; e “O Processo”, de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional.

A distribuidora também é responsável pela Sessão Vitrine, projeto inovador de distribuição coletiva de filmes brasileiros em salas de cinema comerciais e plataformas digitais. Atuando na formação de público para o audiovisual brasileiro o projeto realiza sessões com debates, pratica valores mais acessíveis de ingresso, e sua curadoria visa construir um recorte descentralizado e atual da produção audiovisual nacional, apresentando ao público os novos clássicos do cinema brasileiro.
Em 2020, ano em que completa 10 anos, a Vitrine Filmes lançou alguns destaques como “O Farol”, de Robert Eggers, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia; “Você Não Estava Aqui”, novo longa de Ken Loach e “Três Verões”, de Sandra Kogut.

Open chat
Precisa de ajuda?